Logo
 
Bahia, domingo, 17 de janeiro de 2021
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 25.1.2017 | 13h32
 
Brasil

Em jantar com cúpula do PMDB, Maia não descarta reeleição em primeiro turno na Câmara

Em jantar com cúpula do PMDB, Maia não descarta reeleição em primeiro turno na Câmara

Em jantar realizado na noite desta terça-feira, 24, na residência oficial do Senado, o presidente da Câmara, Rodrigo Maia (DEM-RJ), fez um balanço otimista da disputa à reeleição para o comando da Casa. Segundo relatos de pessoas que estavam presentes ao jantar, o deputado, que ainda não formalizou candidatura, não descartou a possibilidade de vencer no primeiro turno. A escolha dos membros da Mesa Diretora da Casa está marcada para o dia 2 de fevereiro. Na mesa estavam nomes de peso do governo e do PMDB, entre eles o presidente Michel Temer, o presidente do Senado, Renan Calheiros (PMDB-AL), o presidente do PMDB, senador Romero Jucá (RR), o líder do PMDB no Senado, Eunício Oliveira (CE) e o secretário executivo do Programa de Parcerias de Investimento (PPI), Moreira Franco. Mais cedo, em entrevista à Rádio Jovem Pan, o presidente da Câmara disse que não tem dúvidas sobre a legitimidade jurídica de uma eventual candidatura e que agora precisa apenas finalizar a articulação política e a construção de uma plataforma com propostas. Ele também comentou que sua capacidade de diálogo o gabarita para pensar na reeleição. “Quando eu tiver terminado a composição partidária e as viagens, aí vai estar no momento de tomar a decisão final”, disse, afirmando que está conversando com partidos e com parlamentares individualmente sobre a possibilidade da candidatura. Segundo fontes que estavam no jantar, o deputado fluminense acredita que terá uma “votação expressiva” e poderá repetir o feito do ex-deputado Eduardo Cunha (PMDB-RJ), eleito para o comando da Casa, em 2015, no primeiro turno com 267 votos. Aliados já contabilizam mais de 290 votos a favor de Maia para o comando da Casa. O número, de acordo com interlocutores, não leva em conta os votos do PT, que ainda não decidiu oficialmente que candidato apoiará na disputa. Aliados apostam que a maioria da bancada do PT, a segunda maior bancada da Câmara, deve apoiá-lo. Dos 57 deputados petistas, aliados do presidente da Câmara contam com cerca de 30 votos. Os outros, na avaliação desses interlocutores, devem apoiar André Figueiredo (PDT-CE). Já no PCdoB, outro partido da oposição, aliados de Maia calculam ter votos de 10 dos 12. Pelas contas deles, apenas as deputadas Jandira Feghali (RJ) e Alice Portugal (BA) não devem votar no parlamentar do DEM. Já da Rede, esperam votos de 2 dos 4 deputados: Aliel Machado (PR) e João Derley (RS). Avalia-se que o número de votos a favor da reeleição de Maia pode chegar a até 400 deputados. Tal otimismo tem como base o fato de Maia conseguir na reta final reunir boa parte das principais bancadas da Câmara. (Política Livre)

 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2021
Jan |
2020
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |