Logo
 
Bahia, terça-feira, 20 de novembro de 2018
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 29.4.2017 | 16h07
 
Brasil

Vítima de atropelamento de carro alegórico no Carnaval morre no Rio

Vítima de atropelamento de carro alegórico no Carnaval morre no Rio

A radialista Elizabeth Ferreira Jofre, conhecida como Lize Carioca, morreu na manhã deste sábado (29). Ela foi uma das vítimas do acidente com um carro alegórico da escola Paraíso do Tuiuti, em fevereiro, durante o Carnaval na Sapucaí. Desde então, ela estava internada em estado grave no Hospital Quinta DOr, onde faleceu após passar por dez cirurgias. A informação é do Extra. A Liga Independente das Escolas de Samba do Rio (Liesa) divulgou nota lamentando a morte e afirmando que se solidariza "com todos os seus familiares e amigos neste momento de dor". A Paraíso do Tuiuti também emitiu nota lamentando: "Profundamente consternada com o falecimento da senhora Elisabeth Joffe, a diretoria do Grêmio Recreativo Escola de Samba Paraíso do Tuiuti lamenta o ocorrido e presta as mais sinceras condolências aos familiares e amigos. Desde o fatídico episódio, a agremiação não se furtou em arcar com os custos do tratamento médico e oferecer apoio irrestrito ás vítimas com sequelas e ferimentos graves.  Declaramos luto e mais uma vez lamentamos que as consequências do acidente tenham sido as piores possíveis", diz o texto. Nas redes sociais, o marido de Lize, Paulo Guterres, chegou a pedir orações em prol da mulher. "Amigos por favor peço uma grande corrente de orações pela minha Liza Carioca o quadro dela se agravou mais e estamos muito preocupados. Quem puder me ajudar o nome dela é: Elizabeth Ferreira Jofre para as pessoas que não sabem. Obrigado a todos", escreveu. A radialista teve um fêmur fraturado e a bacia esmagada no acidente, que aconteceu na primeira noite de desfiles do grupo no Rio. Guterres disse ao Uol que nesta semana Lize entrou em coma por conta da infecção. Ela foi então diagnosticada com anemia profunda e fez um procedimento para evitar que a trombose nas pernas causasse uma embolia. Lize estava na Sapucaí trabalhando para a rádio Ação FM na noite do acidente. Outras 20 pessoas ficaram feridas no incidente. O veículo perdeu o controle e prensou as pessoas na grade – a maioria delas jornalistas. (Correio24horas)

 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2018
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov |
2017
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |