Logo
 
Bahia, quarta-feira, 21 de novembro de 2018
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 31.8.2017 | 9h01
 
Saúde

Hipnose está em alta

Hipnose está em alta

Esqueça os clichês hollywoodianos. Respaldada em trabalhos científicos, a hipnose vem conquistando o papel de coadjuvante — e, às vezes, até o de protagonista — no tratamento de desordens físicas e psíquicas. “Hoje é possível utilizá-la para criar mecanismos de motivação e aliviar a carga emocional de experiências e acontecimentos prévios”, exemplifica o psicoterapeuta Luiz Carlos Crozera, fundador do Instituto Brasileiro de Hipnologia, em São Paulo. Até condições com um componente físico, como as que envolvem dores, seriam atenuadas com a prática. “A técnica permite amenizar sintomas e reduzir o uso de remédios”, afirma o psiquiatra Leonard Verea, presidente da Sociedade Brasileira de Hipnose Clínica e Dinâmica. Confira quatro situações em que a hipnose seria bem-vinda, segundo os estudos:

Cólica

Reduz a intensidade e a frequência do incômodo em crianças. Adultos também seriam beneficiados.

No dentista

Tranquiliza quem tem medo de ir a esse profissional e, antes dos procedimentos, pode substituir a anestesia.

Intestino irritável

Ao modular as emoções, contribui para desatar o nó do problema e aliviar os desconfortos na barriga.

Na cirurgia

Auxilia pacientes que estão prestes a encarar a mesa de operação. De quebra, pode acelerar a recuperação.

(Do site da revista Saúde Abril)

 
 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2018
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov |
2017
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |