Logo
 
Bahia, sexta-feira, 20 de julho de 2018
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 31.1.2018 | 12h42
 
Brasil

Pnad Contínua: Número de desempregados aumentou 12,5% entre 2016 e 2017

Pnad Contínua: Número de desempregados aumentou 12,5% entre 2016 e 2017

O número de desempregados no país aumentou em 1,47 milhão de pessoas entre 2016 e 2017, de acordo com dados da Pesquisa Nacional por Amostra de Domicílios Contínua (PNAD Contínua), divulgados nesta quarta-feira (31) pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). Segundo informações da Agência Brasil, com o acréscimo, o contingente de desempregados passou de 11,76 milhões na média de 2016 para 13,26 milhões, o que representa um aumento de 12,5%. Ainda segundo a pesquisa, a quantidade de pessoas desempregadas (cuja nomenclatura oficial classifica como “desocupadas”, ou seja, que procuraram emprego e não conseguiram) vem aumentando desde 2014, quando foi atingido o mínimo da série histórica iniciada em 2012, com 6,7 milhões de desempregados. Não são considerados na estatística aqueles que não estão procurando emprego, mas fazem parte da população em idade ativa. No mesmo período (entre 2016 e 2017), houve ligeiro aumento da população ocupada, de 0,3%, passando de 90,38 milhões de pessoas na média de 2016 para 90,65 milhões em 2017, um aumento de 264 mil postos de trabalho no período. Foi registrado também queda da quantidade de postos de trabalho com carteira assinada (2,8%), que foram de 34,29 milhões na média de 2016 para 33,34 milhões em 2017. Considerando os postos sem carteira assinada, a elevação foi de 5,5%, de 10,15 milhões para 10,7 milhões no período. (Bahia Notícias)

 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2018
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul |
2017
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |