Logo
 
Bahia, sexta-feira, 18 de outubro de 2019
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 22.10.2018 | 15h43
 
Reprodução Humana

Preservação da fertilidade é alternativa para mulheres e homens que desejam ter filhos

Preservação da fertilidade é alternativa para mulheres e homens que desejam ter filhos

Um dos grandes desafios da Reprodução Assistida é a preservação da fertilidade, especialmente do sexo feminino, pois a mulher perde sua capacidade reprodutiva com a idade. As técnicas de congelamento de óvulos e de sêmen estão cada dia mais eficazes e são indicadas para preservar a fertilidade nos casos de maternidade depois dos 35, tratamentos oncológicos e vasectomia.

O congelamento de óvulos possibilita que as mulheres adiem a gestação e ainda que engravidem utilizando os próprios gametas até mesmo depois da menopausa. “Até algum tempo atrás, as jovens tornavam-se mães por volta dos 20 anos de idade. Nos dias atuais, com a ascensão do sexo feminino no mercado de trabalho, muitas mulheres têm seu primeiro filho após os trinta e cinco anos. Uma alternativa para aumentar as chances de uma gravidez futura, numa idade um pouco mais avançada, é o congelamento de óvulos através da técnica chamada de vitrificação”, explica o especialista em Reprodução Humana, Joaquim Lopes, diretor clinico do Cenafert – Centro de Medicina Reprodutiva e da Insemina Centro de Reprodução Humana.

No caso dos homens, a técnica de congelamento de sêmen é indicada, principalmente, para aqueles que estão planejando uma vasectomia ou que são diagnosticados com um câncer de próstata ou testículo, já que alguns tratamentos oncológicos podem afetar a fertilidade.  “Muitas vezes, um tempo depois de feita a vasectomia, o homem pode voltar a querer ter filhos por inúmeros motivos, inclusive por ter casado de novo”, afirma Joaquim Lopes.
 
Um dos avanços na área de reprodução assistida, o método de vitrificação usado para criopreservação de gametas femininos, tem promovido uma revolução na maternidade. Desenvolvida no Japão por uma equipe liderada pelo cientista japonês Masashige Kawayama, a técnica para conservar óvulos humanos representa uma solução para um dos grandes desafios da Reprodução Assistida: preservar a fertilidade da mulher.

 

 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2019
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out |
2018
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |