Logo
 
Bahia, sexta-feira, 6 de dezembro de 2019
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 21.11.2018 | 18h52
 
"Acertô Mizeravi"

Comunidade realiza ação para ajudar feirense do meme

Comunidade realiza ação para ajudar feirense do meme

Quem nunca compartilhou a frase “acertô mizeravi” ou até mesmo utilizou a frase como meme? O vídeo que viralizou nas redes sociais, fez com que o “rei da matemática” ficasse conhecido em todo o Brasil por responder de forma incorreta operações simples como, por exemplo, 2 + 2.

A brincadeira foi realizada em 2015 e hoje, o mesmo garoto virou protagonista de uma dura realidade. Florisvaldo Moreira de Queiroz, atualmente com 19 anos, foi encontrado por vizinhos dentro de uma casa repleta de entulhos, sujeira e mau cheiro, no bairro Expansão Feira IX, em Feira de Santana. “Lucas”, como é conhecido, estava vivendo em condições sub-humanas e sozinho há 9 meses, depois de ter sido abandonado pela mãe.
 
Sensibilizados com a situação, a comunidade está realizando um projeto solidário para ajudar o rapaz. Mirian da Silva Lago, vizinha de Lucas, relatou que o propósito da arrecadação é de pagar um tratamento para ele e reformar a sua casa. “Depois que eu o encontrei naquela situação deplorável eu trouxe para minha casa. Eu e minha mãe estamos cuidando dele, já que nenhum órgão público se sensibilizou com o caso. Com a ajuda de um pastor e da vizinhança estamos fazendo uma arrecadação para ajudá-lo”, disse.
 
Você também pode entrar nessa corrente do bem e ampliar essa rede de solidariedade doando no Vakinha Virtual ou através do número 75 982751299 (Mirian). Roupas e calçados também podem ser entregues no Conjunto Feira IX, Vp 33, casa 43, residência provisória de Lucas.
 
A Secretaria de Desenvolvimento Social afirmou que o jovem era acompanhado pelo CRAS desde 2012. “Nós acompanhamos essa família há muito tempo, porém a própria mãe, muitas vezes, recusava as nossas orientações. Inclusive o caso já foi informado ao Ministério Público, pois se for comprovado algum tipo de problema psicológico na responsável, outras ações medidas deverão ser feitas, com o apoio da Justiça”, disse o chefe de gabinete da Sedeso, José Carlos Brito. (Folha do Estado)
 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2019
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |
2018
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |