Logo
 
Bahia, terça-feira, 26 de março de 2019
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 31.12.2018 | 16h32
 
Posse

Cerimônia de posse durará mais de seis horas em Brasília

Cerimônia de posse durará mais de seis horas em Brasília

A entrada do ano novo na capital federal será marcada pela posse do presidente eleito Jair Bolsonaro (PSL) e de seu vice, Hamilton Mourão (PRTB), em um ritual que começará às 14h45 e seguirá até às 21h. A previsão divulgada pelo Palácio do Planalto é de que às 14h45 aconteça o desfile do cortejo presidencial seguindo desde a Catedral Metropolitana, na Esplanada dos Ministérios (que estará fechada para veículos, mas aberta ao público), até o Congresso Nacional, onde ocorre a Sessão Solene de Posse no Plenário da Câmara dos Deputados.

No Congresso, Bolsonaro será recebido pelos presidentes das duas casas, Rodrigo Maia (DEM) da Câmara dos Deputados, e Eunício Oliveira (MDB) do Senado Federal, que também discursará. No local, o novo presidente receberá os cumprimentos do presidente do Supremo Tribunal Federal, Dias Toffoli, e da Procuradora-Geral da República, Raquel Dodge.
 
Os populares apenas poderão acompanhar as solenidades externas, dentro dos locais, apenas convidados e pessoas previamente credenciadas terão acesso. Por exemplo, além do cortejo da Catedral ao Congresso, ainda será possível acompanhar às 16h10, na rampa do Congresso Nacional, a cerimônia de execução do Hino Nacional, que será seguida de salva de tiros e revista de tropas.
Depois, às 16h25, está previsto o Desfile presidencial do Congresso no caminho para o Palácio do Planalto, onde será feita a entrega da faixa presidencial, seguida de um pronunciamento aos brasileiros, que deve acontecer por volta das 16h40.
Após, serão feitos os cumprimentos aos chefes de Estados que acompanharão a posse e será feita a cerimônia oficial de nomeação dos ministros escolhidos para o próximo governo, também dentro do Palácio do Planalto.
Às 18h45, Bolsonaro partirá mais um cortejo, desta vez, em direção ao Palácio do Itamaraty, onde , ao lado de sua esposa, Michelle Bolsonaro, promoverá uma recepção às autoridades estrangeiras e altas autoridades da República, que irá até às 21h.
A estimativa é de que até 500 mil pessoas compareçam à Esplanada para acompanhar o evento.
Perfis
Jair Bolsonaro será o 38º presidente da República, eleito em 28 de outubro com 57,79 milhões de votos no segundo turno. Formado pela Academia Militar das Agulhas Negras em 1977, ingressou como capitão na reserva em 1988, quando entrou para seu primeiro mandato eletivo, como vereador na Câmara Municipal do Rio de Janeiro.
Na Câmara Federal, foi eleito para o primeiro de seus sete mandatos em 1990, sendo o mais votado em 2014, com quase meio milhão de votos. De acordo com material distribuído pela equipe de Bolsonaro, em seus mandatos, ele se destacou pela defesa dos direitos dos militares ativos, inativos e pensionistas, lutou contra a erotização infantil nas escolas e por um maior rigor disciplinar nas escolas, redução da maioridade penal, posse da arma de fogo e direto à legítima defesa, segurança jurídica na atuação policial, valores cristãos e pela família tradicional. 
Ainda consta a informação de que ele é um dos idealizadores do voto impresso, que, caso seja aprovado, "contribuirá para a realização de eleições mais confiáveis e passíveis de auditagem".
Seu vice, Hamilton Mourão, entrou no Exército em 1972 e foi declarado Aspirante-Oficial da Arma de Artilharia em 1975. Depois de uma longa carreira militar, entrou na vida política em 2018, com sua filiação ao PRTB.
 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2019
Jan | Fev | Mar |
2018
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |