Logo
 
Bahia, domingo, 17 de janeiro de 2021
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 28.2.2019 | 10h00
 
Salvador

Carnaval ocupa 100% dos leitos nos circuitos da folia

Carnaval ocupa 100% dos leitos nos circuitos da folia

“Os hotéis da orla marítima e dos circuitos da folia de Momo estão com 100% dos leitos completamente ocupados. Este ano, a nossa expectativa é de uma média de ocupação superior ao do ano passado de 97%”. A afirmação é do presidente da Associação Brasileira da Indústria de Hotéis da Bahia (ABIH-BA), Glicério Lemos que comemora o que já considera o melhor Carnaval dos últimos dez anos. “Temos, hoje, um produto forte, graças à Prefeitura de Salvador e ao Governo do Estado, que estão trabalhando juntos em fina sintonia para o sucesso desta festa, que qualquer cidade do mundo gostaria de ter. O nível de excelência e de organização tem sido perfeito. É quase impossível de superar. Nós, do setor da hotelaria apostamos tudo neste sucesso e reforçamos as nossas equipes para atender cada vez melhor aos turistas que nos visitam”, completa. Entre os hotéis com 100% de ocupação ele cita o Wish (antigo hotel da Bahia), Fera Palace, Fasano, Portobello e Monte Pascoal. “Esses e outros estabelecimentos estão localizados no circuito e nas proximidades da folia, ou seja, nos bairros da Barra, Ondina e Campo Grande. E para receber o grande fluxo de hóspedes, nós do setor hoteleiro tivemos que contratar mão-de-obra entre 15% e 20% a mais”. Glicério Lemos está tão eufórico com o momento da cidade que diz sem pestanejar: “A hora é de celebrar e comemorar!”. E chega a lembrar até de outros carnavais, que estão em fase de ascensão no país, como os de São Paulo e Belo Horizonte. “Mesmo assim, eles não tiraram nada do Carnaval de Salvador. A nossa cidade está cheia de gente e muitas ainda estão por chegar. Nunca ela esteve tão cheia e tão vibrante, seja nas praias, quanto no Centro Histórico”. Presidente do Sindicato das Empresas de Turismo do Estado da Bahia (Sindetur), Luiz Leão é outro representante do trade que não poupa elogios à boa fase da primeira capital do Brasil.”Nós, que atuamos diretamente com agências de viagens, consideramos este Carnaval como muito positivo, tanto na chegada dos turistas quanto na saída dos baianos para outros destinos do país e do exterior”. Luiz Leão confirma que a compra de pacotes de viagens nacionais e internacionais vem crescendo, o que deixa antever bons lucros para a cadeia produtiva do turismo baiano. “Todos os roteiros que oferecemos tiveram uma boa receptividade. Levamos baianos ao Caribe, Santiago do Chile, Buenos Aires, Montevidéu e Cabo Verde (África). Assim como para Minas Gerais, Espírito Santo, Curitiba, Foz do Iguaçu e aos famosos Lençóis Maranhenses”. O presidente do Sindetur destaca que turismo receptivo tem sido muito dinâmico para não deixar a ‘peteca cair’. “A procura tem sido por compras ‘casadas’, ou seja, hospedagem com camarotes ou blocos. Em razão da demanda, todos que formam a cadeia produtiva estão ganhando com a cidade cheia de pessoas. Desde o motorista de taxi, às empresas de transporte que utilizam das vans, passando pelos artistas e prestadores de serviços em geral”. Presidente da Federação Baiana de Hospedagem e Alimentação do Estado da Bahia (FeBHa), Silvio Pessoa destaca afirma a movimentação de rua, que começou forte a partir da apresentação dos ‘Palhaços’ do Rio Vermelho. “Com esta antecipação dos festejos, todos que fazem parte do trade turístico, estão ganhando”. Aproveita o ensejo e faz uma frase de efeito para mostrar a importância da festa de Momo na economia. “O Carnaval é o 13º do turismo baiano. É ele que nos ajuda na baixa estação, quando o fluxo de pessoas nos visitando diminui”. Sobre a ocupação dos hotéis ele afirma: “Os que estão nos circuitos já estão cheios há mais de um mês; enquanto os que estão fora, oscilam na ocupação entre 90 e 95%. Nos que estão com ocupação garantida, ele destaca: Sol Barra e Vitória Marina. Para Silvio Pessoa, a hotelaria não é, necessariamente, a categoria que mais ganha no Verão e revela que o segredo para manter o turista, em Salvador, é apostar na beleza da cidade. “Hoje, realmente, temos prazer em passear de Itapuã a Ribeira”. E tem sido este inusitado prazer que fez o prefeito ACM Neto revelar, em recente entrevista coletiva: “Praticamente não há mais vagas nos hotéis da capital. Durante o Carnaval, a média de estada dos turistas em Salvador é de sete dias, sendo cinco na festa. Todos ficam sempre um pouco mais para desfrutar da beleza que só a primeira capital do país pode oferecer”, sinalizou.

 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2021
Jan |
2020
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |