Logo
 
Bahia, domingo, 26 de janeiro de 2020
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 10.1.2020 | 14h31
 
Feira de Santana

Mulher trans relata ter sido impedida de usar banheiro feminino

Uma mulher trans relatou ter sido impedida de usar o banheiro feminino de um bar em Feira de Santana e acusa os funcionários de transfobia. O caso ocorreu na segunda-feira (6) e foi relatado pela vítima, Cataria Paraguaçu, que ficou surpresa ao ser abordada por um garçom e orientada a usar o banheiro dos funcionários.

"Ao usar o banheiro, eu recebi uma notificação na mesa que eu estava, que uma cliente havia reclamado", disse. Após a vítima se recusar a usar um banheiro diferente das outras clientes do bar, o gerente do estabelecimento teria se aproximado e eles discutiram. "Eu falei que não, que eu iria usar o banheiro feminino, já que eu era uma mulher também. Aí, o gerente do bar veio de forma arrogante e transfóbica. Transfobia explicita mesmo, já que ele se referiu à minha genitália, não só uma vez", contou.
 
Catarina conta que, durante a confusão, o gerente chegou a dizer que, para ele, ela era um homem. "E eu ainda bati boca com ele: Não, eu vou usar o banheiro feminino, que é garantido a mim por lei, e você está descumprindo a lei, e me desrespeitando também. Você está me constrangendo. Nisso, estava saindo uma mulher do banheiro feminino, e eu perguntei a ela se minha presença lá incomodava. Ela falou que não. Ele tentou mudar o discurso, mas continuou sendo transfóbico", relatou a vítima.
 
Nas redes sociais, os donos do bar postaram um pedido de desculpas, lamentando o ocorrido, e dizendo que não são coniventes com nenhum tipo de discriminação. No texto, os empresários ainda dizem que medidas estão sendo tomadas. No entanto, essas medidas não foram detalhadas.
 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2020
Jan |
2019
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |