Logo
 
Bahia, quinta-feira, 3 de dezembro de 2020
TWITTER CARLOS GEILSON
OUÇA JORNAL TRANSAMÉRICA
BAN UNITÉCNICA
Central de Polícia
 
 
PrintImprimir | Enviado por Carlos Geilson - 13.11.2020 | 13h01
 
Famosos

Justiça nega liberdade para filha de Belo presa em quadrilha

Justiça nega liberdade para filha de Belo presa em quadrilha

A filha do cantor Belo, Isadora Alkimin Vieira, de 21 anos, teve sua prisão em flagrante convertida em prisão preventiva, ontem (12), conforme determinação do Tribunal de Justiça do Rio de Janeiro em audiência de custódia. Ela foi identificada pela Polícia Civil como uma suspeita de integrar organização criminosa de aplicação de golpes por meio eletrônico. Outras 11 mulheres foram presas na mesma ocasião.

Quanto às práticas criminosas, consta no processo que os investigadores receberam uma denúncia anônima indicando um apartamento na Barra da Tijuca, na Zona Oeste do Rio como ponto da quadrilha. Baseado nas declarações recebidas pelas autoridades policiais, o documento do TJRJ descreve o grupo de mulheres como uma "organização engajada, articulada, extremamente organizada e hierarquizada".

Afirma ainda que foi observada uma "estrutura de logística montada com notebooks, celulares e, inclusive, havendo um motoboy que realizava a função de arrecadar os cartões de crédito das vítimas. Verifica-se que as práticas se faziam passar por pessoas trabalhadoras em central de telemarketing", acrescenta.

Belo, pai de Isadora, disse ter ficado "arrasado" com a situação. Ele tem outros três filhos e se disse "muito surpreso" com a prisão da caçula. "Eu não sabia de absolutamente nada, falei com ela semana passada por telefone e ainda perguntei de tudo, da faculdade e tal. Dei sempre todo suporte como pai, pensão, faculdade, educação e amor. Me sinto muito triste e quero ser respeitado nesse momento", disse o cantor, que paga a Isadora, filha única por parte de mãe, uma pensão de dez salários mínimos.

O cantor já foi condenado há 18 anos, sob a acusação de associação com tráfico de drogas. Belo recebeu perdão judicial em 2010.

 
Separador
Página Inicial
Perfil
Adicionar a Favoritos
Busca
Links
 
Histórico
2020
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov |
2019
Jan | Fev | Mar | Abr | Mai | Jun | Jul | Ago | Set | Out | Nov | Dez |